Pequenos de grandes almas

lookazul12Eu ainda era inocente demais pra compreender a vida. Não sabia porque as pessoas choravam mesmo sem joelho ralado. Não sabia porque meus pais tinham que conversar certas coisas longe de mim. Não entendia porque eu não podia ter o que eu queria bem ali, na hora que eu queria e fim. Fui apreciando a vida com o tempo e naturalmente as respostas vieram. A vida não era fácil como parecia e na verdade, tem ficado cada dia mais difícil. Os anos pesaram sobre meus ombros. a cabeça tem ficado cada dia mais cheia e o coração tem aprendido sempre o quanto pode ser resiliente. Estou prestes a completar 18 anos e confesso, gostaria de voltar para os 8, nem que fosse por um dia só. Eu aproveitaria mais a falta de compromissos, a possibilidade de comer toda bobagem que eu quisesse e ainda continuar com a barriga seca, o tempo que eu tinha pra fazer tudo que eu amo, a mente leve, o coração inocente, a distância da maldade, da falsidade e de todos esses sentimentos ruins que encontramos por aí quando o mundo se revela, cresce, engole. Hoje, nesse dia 12 de outubro, eu só desejo que a maturidade não me contamine, que eu saiba ser grande quando precisar mas que saiba ser pequena em tudo que eu fizer. Que eu valorize o sabor de um bom chocolate, que eu sorria só por receber um abraço apertado, que eu fale as verdade sempre me preocupar com os julgamentos, que eu veja nas cores a alegria dos meus dias. Que dentro de mim more sempre a pequena inocente, sincera que queria mais do que qualquer coisa aproveitar a vida, o tempo, as pessoas, os sentimentos, tudo. E desejo não só a mim, mas ao mundo todo. Que a maldade dos nossos corações voe pra bem longe, e que estejamos todos sempre abertos aos sentimentos bons que só uma criança pode transmitir. Se todos nós cultivássemos o gosto bom da infância o mundo não estaria assim perdido, sedento de amor. Sejamos todos adolescentes, adultos, idosos com almas de eternas crianças.

assinatura

Anúncios