Humor no cabide: Highly Sensitive

    Inspire-se com esse look ouvindo: look13

Voltei com os looks, já não cabia saudade no meu peito, de fotografar e trazer meu estilo pra vocês, dividir as minhas inspirações. Dessa vez, inspirada nos anos 60, com um toque floral pra combinar com todo o universo do Vanilla Bloom. Investi na meia 3/4 branca, e confesso que foi a primeira vez que as usei, sempre prefiro as pretas. Mas amei, me apaixonei e descobri que tentar pode ser bom demais, pode me fazer descobrir que nem sempre o que traz segurança é válido. É preciso arriscar, sair do lugar comum, sair com aquele frio na barriga do tipo: será que pareço estranha? E olha, vou te contar um segredo: não importa se entenderão ou não sua forma de se vestir, que na verdade nada mais é do que sua forma de expressar sua alma, o que importa é você sair por aí feliz da vida, com uma segurança enorme de que o mundo está vendo seu verdadeiro eu.

look3

look4 (2)

look4

look5

look11

look8

look7look6

look12

E aí, gostaram, meus amores? Prometo prometido de dedinho que não vou ficar mais uma década sem aparecer com looks pra inspirar vocês, ok? Espero que tenham se inspirado muito com esse, e que arrisquem usarem o que tiverem vontade, só pelo prazer de sair de casa sorrindo por se sentir bem. ❤

rebecachaves

Recebendo a sexta-feira com 5 Seconds of Summer

O fim de semana tá chegando e pra entrar no pique remelexo eu trouxe uns hits de uma boy band que se revelou esse ano e já está bombando. 5 Seconds of Summer abriu os shows da turnê do One Direction e depois disso alavancaram com sucessos como Heartbreaker Girl, Amnesia e Don’t Stop. Eu ouvi o cd deles ontem pra poder montar esse post com uma opinião formada. Confesso que achei que eles não fazem um som muito diferente do One Direction, seguem a mesma linha do Mc Fly e essas outras boy bands mas eu adorei. As batidas variam, algumas são um rock mais pesadinho e outras mais românticas, as letras são muito boas e todas as músicas são gostosas de ouvir. Sem contar que eles são uns gatinhos! Aprovei e muito!

Trouxe pra vocês curtirem os hits que eu mais amei:

Esse é o clipe da música Don’t Stop e gente, merece muito o clique. É divertido demais! ❤

rebecachaves

Inspirações a la Penélope Charmosa #outubropink

O mês de outubro, como vocês já devem saber é o mês da conscientização do câncer de mama, o mês rosa. Em comemoração a essa causa importante e aproveitando a minha paixão pela cor, eu trouxe pra vocês muitos looks inspiradores com a cor rosa, pra gente sair por aí levantando essa importante bandeira da conscientização da mulher em relação ao câncer de mama e com muito estilo.

1- All Pink

O pink virou o queridinho das blogueiras e não pensem que apostar no look monocromático é brega, pelo contrário, sabendo dosar nos acessórios fica lindo de morrer e mostra o lado fashionista. Pode ir que sucesso! #sóvai

 pink5

pink2

2- Pink with Black

Outra aposta muito interessante, principalmente pra quem tem medo de ousar, é o preto com pink. Traz sofisticação, deixa discreto sem deixar o estilo de lado. Uma dupla perfeita que não tem erro nunca!pink4

3- Pink com estampa

Aqui todo cuidado é pouco. Invista nas estampas neutras como as de zebra ou listrada, ou as de animal print como as oncinhas. E caso queira estampas coloridas opte pelas cores quentes, como laranja e amarelo.

pink6 pink7 pink8

4- Pink na camisa

Camisa pink está super em alta, meninas. Traz o estilo clássico e deixa o look pra lá de feminino. Podem apostar!

pink9

5- Pink no blazer

Outra peça it é o blazer! Deixa qualquer look básico super elegante e na cor pink vira sinônimo de estilo. E esqueça a regra de que blazer vai só com calça e camisa. Jogue o blazer com saia, vestido, cropped, afinal o legal da moda é se divertir misturando tudo que der vontade!

pink10 pink11

Gostaram, meninas? Espero que tenha trazido muita inspiração pra vocês saírem lindas de pink por aí. E aguardem que em breve tem mais surpresinhas do mês rosa pra vocês. ❤

rebecachaves

Em nossa própria companhia

DSC07858

É surpreendente como podemos sentir-nos sós mesmo cercados de uma multidão. Hoje, em uma conversa, alguém me disse que a amizade não existe, que é uma ilusão. Isso me fez pensar. De início algo dentro de mim instintivamente gritou: Ei, como pode dizer um absurdo como esse? Mas parei por alguns segundos e espera, talvez ela estivesse certa. Talvez a amizade não exista. E não pense que estou sendo trágica, apenas realista. Desconsiderando nossa família, que nasce já com a obrigação de nos amar e estar ao nosso lado (ainda que isso muitas vezes não aconteça), ninguém tem obrigação nenhuma de nos fazer companhia, de aturar nossos problemas, de ouvir nossos chororôs, de nos abraçar e nos dar o carinho que a gente acha que vai nos preencher. A amizade existe pela convivência, pelas coincidências, pelos pontos em comum, pelo interesse (e sempre há um pingo que seja), pela necessidade, pela carência, pelo vazio. A amizade longe é menor, quase não existe. E por mais que a gente jure que nem o tempo e nem a distância mudarão o sentimento, sempre muda. O calo aperta, a rotina sufoca, as conversas de horas se tornam um bom dia e boa noite, no máximo e quando a gente vê quase não tem mais contato, muito menos afinidades e aí acaba, passa, esfria, adormece. Não me entendam mal, não quero parecer do tipo que não confia em ninguém e em nenhuma relação pessoal estabelecida com outro alguém, só venho refletir sobre o fato de que no fundo a gente sempre vai se afastar do outro, a vida naturalmente faz isso por nós e que embora você esteja cercada de pessoas que se dizem seus amigos, eles nem sempre vão fazer por você tudo que espera. Assim como você não fará por eles tudo que eles esperam. Essa é a lei da vida. As pessoas sempre vão nos decepcionar, nem sempre estarão dispostas a nos ouvir e os nossos problemas não serão interessantes na vida delas, aceite os fatos. Precisamos amar as pessoas, claro. Precisamos nos relacionar, claro. Precisamos ajudar o outro, claro. Precisamos estar ao lado das pessoas que são boas para nós, claro. Mas ninguém tem obrigação de estar 24 horas disponível e simpático pra você, afinal todos temos medos, problemas, pendências, atrasos, afazeres e uma vida pra levar em frente. Depois de pensar tanto, creio mesmo que a amizade não existe, é apenas um conforto, uma afinidade que vem, brilha, faz bem, e vai embora, passa. Não por maldade, mas porque os caminhos levam a lugares diferentes e isso acontece de uma forma natural. Os reencontros podem ser como se nada tivesse mudado, ou não, mas a amizade, aquele sentimento de fazer qualquer coisa pelo outro, na maioria das vezes some, e quando se dá conta é possível contar nos dedos quantas pessoas fariam tudo por você. Experimente, conte nos dedos por quantas pessoas você faria qualquer coisa nesse mundo. Seja sincero, sinceridade é imprescindível. Aprendi então que no fim das contas preciso mesmo é confiar em mim, acreditar em mim mesma e me amar mais do que qualquer coisa, porque nessa corrida sou só eu em minha própria companhia. Todo mundo um dia nos deixa, menos nós mesmos.

assinatura

Manual do Batom: Coral 65

    DSC07968.JPGResolvi trazer mais um batom pro nosso manual. O escolhido de hoje foi o Coral 65 da Natura Aquarela.

Vamos as impressões: o batom de hoje tem uma cobertura bem leve, ou seja, não dura muito tempo na boca, tem que retocar umas várias vezes durante o dia. E como ele não é matte, fica com esse aspecto mais molhado e não tão sequinho, o que eu particularmente não gosto. Mas vendo o lado bom, esse tipo de batom vai super bem durante o dia, numa make mais suave porque acaba não pesando tanto.

DSC07966.JPGDSC07964.JPG

Quanto a cor, o coral é um tom super em alta que chegou no inverno passado e apesar de apagadinho até que tem durado. Eu sou suspeita porque amo os mais variados tons de coral. Esse é mais claro, quase rosinha e eu amo porque não carrega muito mas também não deixa a boca sem cor. Dica: adoro usar batom coral quando estou com um look azul marinho, dourado e/ou vermelho (quase defini o navy, mas ok), acho que conversam super bem.

DSC07971.JPGDSC07970.JPG

DSC07972.JPG

E aí, gostaram do batom de hoje? Se joguem no coral, meninas! Aliás, ele é a cara do verão, viu? ❤

Verão 2015: Anos 70 e foco nas franjas

Nossa, mas como a Rebeca é adiantada, estamos na primavera e ela já vem falar de verão. Eu explico. A primavera é o pré verão, minha gente, essas duas estações estão super ligadas por isso quanto antes nos ligarmos no que vai bombar lá em janeiro mais antenadas estaremos quando o momento chegar. E claro que já dá pra ir atualizando os looks, customizando algumas peças pra quando chegar o verão ninguém chorar pelos cantos porque está sem roupa boa pra vestir ou fora de moda. Por isso vou trazer pra vocês vários posts sobre as tendências pro verão de 2015 que vieram lá da gringa. Cada semana um post com uma tendência, dicas e imagens de referência porque sei o quanto vocês amam.

O NYFW aconteceu no dia 11 de Setembro e já trouxe várias dicas do que vai bombar no calorzão, galera. Começo falando da tendência há tempos já é minha queridinha: as franjas. A década da vez, segundo especialistas fashionistas de plantão, será os anos 70. O boho e o hippie chic vieram com tudo e vão brilhar no verão, ou seja, vai ser aquele clima florido, saias longas, muitos frescor, cabelos ao vento com cara de sujinho (só a cara, ok?), rasteirinhas e todo esse conforto que só o boho nos proporciona, mas sem perder o glamour já que somo ladies. E nada mais a cara dos anos 70 do que as franjas, não?

Nas passarelas elas apareceram nas mangas, em capas, em saias longas, em bolsas, sapatos, em tudo, ou seja, corre que as franjas estão vindo freneticamente. E e eu doida que sou por franjas, estou amando tudo isso! Estou só mirabolando customizações pra compartilhar com vocês hahahah

franjas franjas2franjas4 franjas5 Trouxe algumas ideias de looks casuais, sem esse exagero das passarelas, pra inspirar vocês. Em breve faço um manual completo pra arrasarmos nas franjas, combinado?

franjas6franja

franjas3

E aí, gostaram dos looks? Deu pra inspirar essa onda boho e todo esse movimento das franjas? Espero que sim, porque as franjinhas estão aí pra isso, pra dar movimento, leveza e sofisticação pra qualquer look. Comentem o que acham dessa tendência dos anos 70, meus amores. E aguardem que teremos mais posts sobre o que vai pegar no Verão 2015! ❤

rebecachaves

Deixe Florescer

DSC07846editada

Florescer. Nunca uma palavra definiu também a mim mesma. Se tornou mais do que uma simples palavra que traz apelo poético, suave e doce. Se tornou um lema, uma marca, uma motivação de todo dia. Acordo pensando em florescer, em me desfazer de todas as máscaras, capas, sobras, restos e ser pura, nua e crua, limpa de todo mal que o mundo carrega. Caminho pensando em deixar rastro, marcas, cheiros, sabores, ideias, descobertas, amores. Ando por aí querendo desabrochar por onde passo, espalhando flor que é pro mundo ter mais cor. Florescer é mais que dar flor, é mais que a estação da primavera, é doar ao mundo seu melhor, colocar pra fora a essência mais pura e sincera de si mesmo, é sorrir só pela alegria de ser quem você quiser, sem fingimentos, pesos ou julgamentos. Hoje a primavera chegou, isso explica o céu azul e o sol delicioso que se fez. A partir de hoje as flores nascem e eu quero nascer com elas. É sua chance, não há tempo melhor pra se fazer flor, pra nascer de novo. Te recebo, estação favorita, de braços abertos num abraço quente feito verão, sorrindo a toa porque chegaste. Te recebo apertada, irradiando o sol que mora em mim. Aqui, apesar do solar constante e do tom florido,há chuva vez ou outra. Chuva há quando o coração se parte, quando a queda é grande, quando o dia está cinza e dá aquela vontade de desistir, quando as coisas não são bem como a gente quer. Chuva há quando a saudade aperta, do tempo que tudo era mais fácil, que as amizades eram longas, as conversas mais ainda e os abraços sinceros. Chuva há pra regar, pra molhar, pra trazer mais forte toda flor, pra fazer o sol brilhar mais quente, mais ardente. Descobri que pra florescer é preciso antes chover, tempestadear, raiar, e sentir, sentir tudo, sentir muito. Só assim dá flor, só assim as estações têm seu devido valor. Hoje é primavera, o sol tá quente, o chão coberto pelas flores que caíram enquanto outras novas nascem pra mostrar que todo recomeço existe.

Repeti mais palavras do que eu deveria, repeti mais erros do que eu queria, mas agora é tempo primaveril, tempo do novo.

Fechei os olhos e desejei florescer a cada novo dia, sabendo que se eu chorar há de chover pra regar.

rebecachaves