Homicida: Estreando sobre as ondas.

Fala, galera! Meu nome é Guilherme Machado, tenho 17 anos, quero – e muito!- ser um jornalista e namoro essa gatinha que costuma estar aqui com vocês.

Já faz um tempo que minha digníssima namorada fala que seria interessante a minha participação na Estação 7 para falar de temas, em geral, de interesse masculino.
Bem, a oportunidade apareceu e cá estou ,na Homicida, para conversar sobre temas do nosso “simplório universo”.
Espero que gostem e que essa nova parceria na estação dos sonhos dê muuuuuuito certo!

Pra entrar bem na clima surf desse post clique aqui e confira o vídeo de Garret MacNamara na maior onda já surfada, em Nazaré, Portugal.

Para começar, nada melhor que um esporte radical, ainda mais se for daquele que nos proporciona imagens inacreditáveis, recordes absurdos e lendas em forma de atletas. Escolhi, então, como primeiro tema para a Homicida: o Surf!
O Surf é um esporte bem antigo, e dois povos disputam a autoria deste. Enquanto a versão mais conhecida (e particularmente, a que eu acredito) conta que a prática de “deslizar” sobre as ondas foi inventada pelos povos  polinésios (colonizadores das ilhas do Oceano Pacífico) e introduzida no Hawaii por um rei desta civilização, historiadores peruanos relatam que muito antes disso povos peruanos já utilizam uma espécie de canoa feita de junco para desafiar as águas do oceano antes mesmo do século XX.
O que sabemos ao certo é o esporte surgiu como uma espécie de “culto” ao mar. Aliás, essa é outra coisa que se destacou no início do esporte. Todos conhecem o famoso lado zen dos surfistas, e pode crer que nessa época não era muito diferente. Os nativos do Hawaii acreditavam que a atividade os libertava das energias negativas. Tanto que era indispensável que o dono construísse sua própria prancha, passando, assim, toda sua energia positiva para ela.

decada de 40

Enfim, com o passar das décadas o esporte foi se difundindo pelo mundo, principalmente nos países banhados pelo Pacífico. Em 1940 ocorreu o boom nos Estados Unidos, quando dezenas de jovens eram vistos nas praias californianas praticando o esporte. Em questão de tempo, o esporte ficou popular na Austrália, e desde então vem ganhando cada vez mais adeptos em todos continentes, além de espalhar também a moda de roupas floridas e a chamada “surf music”.

Entretanto, ainda faltavam duas figuras nesse cenário. Aliás, sendo bem sincero confesso que escolhi esse esporte justamente para falar dessas duas lendas: Kelly Slater e Andy Irons. foto Kelly e andy

Você sabe qual é o nome dado a alguém que vence um torneio 11 vezes? Slater pode te explicar. UNDECAMPEÃO é o termo que define o americano.

Kelly Slater dispensa comentários. Qualquer um que já tenha escutado ao menos uma frase sobre surf escutou esse nome. O cara é sobrenatural mesmo! Abaixo vocês verão a “humilde” lista de recordes do Floridense:

Recordista de títulos Mundiais: 11 vezes (1992, 1994, 1995, 1996, 1997, 1998, 2005, 2006, 2008, 2010 e 2011)

Recordista de títulos consecutivos: 5

Recordista de vitórias em uma mesma temporada: 7

Campeão mais novo da história: 20 anos (1992)

Campeão mais velho da história: 39 anos (2011)

E o cara ainda tá na ativa, ficando em segundo lugar na temporada passada e disputando o título ponto a ponto nessa.

Andy Irons foi, em minha opinião, o maior surfista “humano” que existiu (considerando Slater um monstro extraterrestre). Ele foi um dos poucos a enfrentá-lo de igual para igual.

Vencedor de 3 Mundiais da ASP (associação que regulariza e comanda o surf profissional), em 2002, 2003 e 2004, Irons teve a carreira interrompida por uma tragédia.  Ele foi encontrado morto em um hotel de Dallas, em novembro de 2010. A.I. sofria de problemas cardíacos. Além disso, exames comprovaram que ele havia utilizado cocaína horas antes do acidente.

Em sua homenagem, a Billabong (ex-patrocinadora do atleta) lançou a linha de roupas “Andy Irons Forever”.

Bem, espero que tenham gostado desse nosso início! Na próxima semana estarei de volta para contar a vocês como foi minha experiência jogando os novos FIFA14 e PES14.

Para você que se interessou pelo tema e não possui o canal pago Off, acompanhe o fim da temporada do Mundial de surf pelo site da ASP ou pelo próprio site do canal.

Até a próxima, rapaziada!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s