Palavras soltas ao vento: Sobre dias ruins.

Quando tudo que você precisa parece estar tão longe do seu alcance. Quando parece estar escondido dentro de você, mas por algum motivo você não consegue encontrar. Quando o seu mundo quer desabar mas você tenta se manter forte pra sustenta-lo, ou simplesmente para não desabar mundos alheios. Quando você se esforça pra ver graça nas coisas mas alguma coisa ruim parece te impedir. E você tenta, luta, foge da maré, mas te sufoca, te pira, te chacoalha a cabeça. Te dá aquela vontade de jogar tudo pro alto e correr pro abraço mais próximo. Mas é preciso saber que dias bons não duram pra sempre, é preciso experimentar dos dias ruins. São eles que te ensinam a ser forte. São eles que te dão maturidade. E se a gente não prova do ruim, nunca aprende a saborear o bom. A gente só precisa mesmo seguir em frente, voltar a ser forte e jamais perder a esperança. Ela é a última que morre, mas se um dia perdê-la acredite, quem morre mesmo é você! – Escrito por: Rebeca Chaves

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s